23 de julho de 2012
Enredo nota 10

No carnaval 2013, a Vila Isabel vai levar para a avenida uma homenagem ao agro brasileiro

Ronaldo Luiz

Duas riquezas do Brasil vão se encontrar em 2013: o carnaval e a agricultura. O Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos de Vila Isabel, da cidade do Rio de Janeiro, vai levar para a avenida o agro brasileiro. Com o enredo, “A Vila canta o Brasil, celeiro do mundo – água no feijão que chegou mais um…”, a agremiação vai cantar na Marques de Sapucaí uma homenagem ao produtor rural brasileiro e sua atividade.

Com patrocínio da Basf, a proposta do desfile será a de enfatizar o potencial agrícola do País face à crescente demanda mundial por alimentos, fibras e energia limpa, conforme explica Oswaldo Marques, diretor de marketing da unidade de proteção de cultivos da empresa. “A ideia tem como lastro os dois vídeos ‘Planeta faminto’, que mostram a importância da agricultura brasileira como a mais bem preparada para assumir o posto de celeiro do mundo.”

Divulgação/Vila Isabel

O título do enredo será “A Vila canta o Brasil, celeiro do mundo – água no feijão que chegou mais um...”

“Em 2011, a população mundial chegou aos sete bilhões de pessoas, o que equivale a 21 bilhões de refeições por dia. As previsões são de que em 2050 o agro tenha que servir 27 bilhões de refeições diariamente. Dessa forma, fica evidente como é preciso esclarecer a sociedade sobre a importância da agricultura”, afirma Maurício Russomanno, vice-presidente da unidade de proteção de cultivos da Basf.

O objetivo então, ressalta Marques, é contar para a sociedade urbana o valor do agro para a vida de todos nós, esclarecendo mitos, quebrando preconceitos – ainda hoje relacionados ao setor -, e mostrar que o agro brasileiro usa tecnologia de ponta, adota práticas sustentáveis, gera emprego, renda e dividas para o País, sendo um dos mais modernos e competitivos.

Divulgação/Basf

Oswaldo Marques, da Basf: objetivo é mostrar por meio de uma grandiosa festa popular o valor do agro para a vida de todos nós

“O Brasil é líder na produção de alguns produtos e um gigante nas exportações, porém é preciso fortalecer junto à sociedade a importância da agricultura e da tecnologia nela empregada”, reforça Russomanno.

E, de acordo com Marques, nada melhor do que transmitir esta informação qualificada a respeito do agro por meio da maior festa popular que existe. “Por se tratar de um evento de grande porte, esta iniciativa impactará diversos públicos, incluindo os que não têm relação direta com o agro”, destaca Russomanno.

 

Estratégia aprovada
O professor Coriolano Xavier, do núcleo de estudos do agronegócio da Escola Superior de Propaganda e Marketing (Espm), avalia de maneira positiva o esforço, pontuando que o marketing rural “podia olhar com mais atenção esse tipo de estratégia”. Segundo ele, ações deste tipo obtém um reforço de “goodwill” da marca corporativa ou institucional junto aos seus diversos “stakeholders”, ou seja, públicos de interesse.

“Nada mais justo e inteligente, já que os tempos são de volatilidade de valores”, frisa o professor, acrescentando que “a seu tempo e a seu modo, eles [esforços deste tipo] aquecem os negócios das marcas anunciantes e blindam melhor o agro perante pressões da sociedade”.

Diego Mendes

Wilson Alves, da Vila Isabel: vamos reconhecer e valorizar o produtor rural por meio da arte

O olhar da Vila

Wilson Alves, presidente da Vila Isabel, diz que a receptividade ao tema foi “perfeita”, já que está alinhado com a essência da escola que é falar sobre assuntos relacionados ao patrimônio cultural do País.

“Vamos mostrar as manifestações artísticas do homem do campo, a religião, a culinária, os costumes, enfim, tudo o que gira em torno da vida do agricultor.” E a força econômica da agricultura brasileira, afirma Alves, será contada por meio de metáforas, a fim de reconhecer e valorizar o trabalho do produtor rural por meio da arte.

Planeta Faminto 1 e 2

Um comentário para Enredo nota 10

  1. Eliana disse:

    Sensacional!!!!!
    Que tal nos engajarmos num grande grupo , inscrevendo-nos para fazer parte do desfile?
    Eu quero ir la sambar na avenida mostrando ao Brasil urbano nosso fabuloso perfil rural, com muito orgulho.
    Vamos?!!

Deixe uma resposta