Sou Agro > Tempo Real > Ministro inaugura acervo genético na Embrapa Uva e Vinho
17 de fevereiro de 2012
Ministro inaugura acervo genético na Embrapa Uva e Vinho

Mendes Ribeiro Filho também participou de lançamento do CD para subsidiar a Indicação Geográfica (IG) de vinhos finos e espumantes Monte Belo

Redação*

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, inaugurou, na manhã desta sexta-feira, 17 de fevereiro, as instalações do maior acervo de material genético da América Latina, o Banco Ativo de Germoplasma de Uva (BAG-Uva).

O presidente da Embrapa, Pedro Arraes, estava presente no evento que aconteceu na Embrapa Uva e Vinho, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em Bento Gonçalves (RS).

Mais de 150 pessoas prestigiaram a ocasião que também representou o lançamento do CD Cadastro vitícola georreferenciado: uso na caracterização vitícola e desenvolvimento da IG Monte Belo.

O banco Bag-Uva reúne cerca de 1400 variedades de uva entre espécies cultivadas e silvestres, variedades, clones e seleções.

Atualmente, o acervo oferece suporte à obtenção de novas cultivares de uva, adaptadas às condições climáticas brasileiras. A iniciativa também vai auxiliar a evitar pragas e doenças climáticas, tornando a produção mais resistente.

Parra o ministro, a evolução do setor é sinal de que atitudes em favor estão sendo tomadas “Que bons momentos não sejam de graça, isso é porque algumas coisas já estão sendo feitas”, afirmou o ministro na ocasião.

O CD lançado é a primeira publicação do Cadastro Vitícola do Rio Grande do Sul que apresenta informações georreferenciadas dos vinhedos.

A proposta é servir de subsídio à implementação da Indicação Geográfica (IG) de vinhos finos e espumantes Monte Belo. Além disso, para referência metodológica na atualização e expansão do Cadastro Vitícola, até o momento só realizado no Rio Grande do Sul.

Mendes Ribeiro Filho enfatizou a importância da Embrapa na produção agrícola nacional. “O sucesso da agricultura de hoje é mérito do produtor que trabalha extraordinariamente no campo, mas sempre com apoio da Embrapa que ajuda nas pesquisas”, afirmou.

* Com informações do Ministério da Agricultura

Deixe uma resposta