blog sou agro

Sou Agro > Sou Agro > Blog > O olhar de Anninha sobre o café
O olhar de Anninha sobre o café

Coluna #VocêAgro conta história de leitora do portal que é apaixonada por café, fotografia e sua família

13 de abril de 2012

Categoria:

Hummmmmmm… Está na hora!! Amanhã, dia 14 de abril, é comemorado o dia do café! E para comemorar, o blog vai falar desse grão que dá alegria e energia todo dia de quase todo mundo.

Certo dia na fanpage do portal Sou Agro, recebemos uma mensagem de uma garota chamada Anna Netto. Ela nos enviou fotografias que havia tirado de uma plantação de café.

Entramos em contato e descobrimos que além de belas imagens ela tinha uma bela história que envolvia três elementos: Fotografia, Família e Café.

Anna é mineira de Jacuí, cidade que tem 7.500 habitantes. Ela tem 26 anos e há três anos chegou em São Paulo de 11 milhões de habitantes e sonhos. Poderia ser mais uma garota do interior que veio tentar a sorte na capital em busca de novos horizontes. Mas ela é uma garota do interior, apaixonada pelo campo que quer levar este horizonte para as pessoas da capital. “Fico impressionada quando uma amiga diz que não conhece o grão do café, ou que ele é torrado antes de consumirmos”, diz.

Grão maduro

Todo domingo

Todos os domingos, desde que era pequenina, Anninha se lembra do pai chamando toda família para tirar fotografias do cafezal. “Nossas lembranças são guardadas em duas pastas: a que tem somente fotos de café e a pasta da família, que tem fotos ano a ano de nós. Isso mesmo antes da máquina digital”, diz.

Anna conta que José, seu pai, é tão apaixonado por café que ele fotografa as plantas, seleciona melhores mudas conforme suas anotações, “não seria tão exagerado dizer que ele conhece cada pé do cafezal. Anota peculiaridades sobre o crescimento…”.

José mostrando uma muda de café.

Em sua família, tradição era ter um pedaço de terra para plantar café. Seu pai, seu avô, todo mundo, desde sempre plantou café: “É um vínculo forte com a terra”, reforça. A principal atividade econômica de Jacuí é o café.

Fotografia

Todo mundo na família trabalha com o campo, sua irmã Ana Paula faz dotourado em agronomia na Esalq/USP e vai para Inglaterra finalizar seus estudos em CAFÉ.

Mas Anna Netto saiu de casa aos 16, foi estudar em Mococa, cidade vizinha, em seguida foi para Franca, onde se formou em publicidade. Foi lá que seu interesse pela fotografia ganhou força. E ela ganhou de seu pai sua primeira câmera profissional. Mas não se engane, ela saiu aos seus. Até hoje, ela vai a sua cidade visitar sua família, uma vez ao mês, e eles renovam as fotos no cafezal.

Seu pai José é muito parceiro e sua mãe Fátima, sua base. Sua mãe fazia tanto café em casa que agora eles compraram uma máquina de café expresso, que não fica desligada um minuto. Juliana, sua outra irmã, tem uma filhinha chamada Lorena, que tem dois anos e já é apaixonada pelo café.

Pai de Anna Netto e sua sobrinha Lorena, apaixonada pelo café.

Inquieta, produtora, inteligente, articulada, e apaixonada pelo agro, esta é Anna: “quem está no campo sabe muito, não é jeca, burro. O campo é tecnologia, precisa de muito conhecimento para saber lidar com a terra e aproveitar o potencial produtivo sem perder a qualidade do artesanal”, afirma.

Anna Neto, fotógrafa apaixonada por café, personagem da coluna #vocêagro especial dia do café.

Anna tem um sonho e hoje já realiza parte dele. Ela quer que as pessoas da cidade se apaixonem pelo campo. Para isso ela tira fotos de cada etapa da produção do café. “Quero fotografar todo o processo, da separação de grãos, manutenção, viveiro, muda, plantio, crescimento, colheita, secagem, exportação e quem sabe o consumo lá fora. Contar através da fotografia a historia do café”, explica. E que o sonho dela rendam bons frutos, ou melhor bons grãos.. :D

Veja mais fotos de Anna Neto no Flickr. E vamos tomar caféééé!

6 comentários para O olhar de Anninha sobre o café

  1. Ana Paula disse:

    Hehe.. Viva o Café..
    Uma correção.. Na verdade a Lorena é filha da nossa irmã Juliana..

  2. claudinei disse:

    Ficou lindo.mas quando junta ,profissionais.e´isto que da.

  3. Maira disse:

    Venho em nome da Familia AP, parabenizar Anna e toda sua familia pela dedicação e amor no cultivo do café e agradecer a confiança depositada em nosso consultor Ricardo e acreditar em nosso trabalho!

  4. Parabéns.

    Por mostrar que por traz de cada chícara de café.
    Tem uma paixão, uma família, uma história de amor pela terra e pelo café.
    Parabéns também para Ana Maria pela iniciativa e pelo orgulho de uma história tão bonita.
    Precisamos divulgar mais nosso café através de nossa paixão e história.
    Só assim não venderemos mais comodite, e sim um produto agregado com identidade e paixão.

    Ricardo Vilela
    Consultor AP- Agrícola-Passos-MG

  5. Gastão disse:

    Parabéns Anna!!

  6. Marcos Luck disse:

    Parabéns, Anninha!!! Super bonitas essas fotos.. bjs! Luck

Deixe uma resposta