Sou Agro > Notícias > Brasil Agro > Petrobras reajusta gasolina, mas governo zera imposto para compensar
22 de junho de 2012
Petrobras reajusta gasolina, mas governo zera imposto para compensar

Etanol passa a sofrer tributação ainda maior que os combustíveis fósseis

Luiz Silveira

A Petrobras anunciou no início da noite desta sexta-feira (22) que vai reajustar os preços da gasolina e do óleo diesel, para diminuir a defasagem em relação aos preços praticados no mercado internacional. A gasolina A (pura, antes da adição de até 25% de etanol anidro) subirá 7,83% para as distribuidoras, e o diesel terá alta de 3,94%.

Simultaneamente, o Ministério da Fazenda emitiu uma nota informando que vai reduzir para zero a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) da gasolina e do diesel, para compensar a alta do preço da Petrobras e manter estável o preço dos combustíveis nas bombas. Tanto o reajuste da Petrobras quanto o decreto que zera a Cide entrarão em vigor na segunda-feira (25).

Esta é a segunda vez em oito meses em que o governo reduz a Cide para impedir que os preços da gasolina e do diesel nas bombas acompanhe os preços internacionais. Já o etanol não sofreu nenhuma redução de tributos no mesmo período, fazendo com que a alta internacional do petróleo.

Nos últimos 10 anos, a Cide caiu de cerca de 14% do preço de bomba da gasolina C para 2,6% hoje, e para zero a partir de segunda-feira. Com a redução da contribuição, a tributação deve passar a representar 32,4% do preço de bomba da gasolina C, ante 31% do etanol hidratado, segundo cálculos anteriores da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica). Esses percentuais consideram os impostos médios cobrados pelos Estados, mas variam entre as unidades da Federação.

A Unica sustenta que a manutenção dos preços da gasolina abaixo da média mundial e a redução da Cide apenas para os combustíveis fósseis diminuem a competitividade do etanol. Embora a tributação por litro de gasolina ainda seja, na média, superior à do biocombustível, o etanol já paga mais impostos por quilômetro rodado.

2 comentários para Petrobras reajusta gasolina, mas governo zera imposto para compensar

  1. Ivan disse:

    “Governo zera imposto” e ainda pagamos 32,4% de impostos;

    a desculpa da Petrobras(estatal): defasagem em relacao ao preco internacional;

    Sendo a Petrobras uma empresa q pertence ao governo q quer comparar o preço do petroleo
    Vamos comparar o salario minimo internacionalmente

    Brazil 600reais e poucos por MES
    Japao em torno U$11.00/hora
    Estados Unidos em torno U$8 dolares/hora
    Australia em torno de U$15 dolres/hora

    se querem comparar vamos comparar

    Sem mais comentarios,

  2. marcelo disse:

    O governo aumenta a gasolina em 7,83% e em compensação retira um imposto de 2,6%. Quem será que vai pagar a diferença? Alguém tem dúvida? Ou vai acreditar no governo que diz que não haverá repasse ao consumidor? Os donos de postos de gasolina serão os culpados, né?

Deixe uma resposta