Sou Agro > Tempo Real > Preço de grãos deve subir e governos podem intervir, diz Rabobank
20 de julho de 2012
Preço de grãos deve subir e governos podem intervir, diz Rabobank

Banco holandês acredita que preços ainda não atingiram os maiores níveis possíveis

Agência Estado

Os preços globais dos grãos e das oleaginosas devem subir ainda mais nos próximos meses, impulsionados pela pior seca nos Estados Unidos desde 1988, afirmou nesta sexta-feira (20) o Rabobank. O tempo quente e seco tem afetado principalmente o Meio-Oeste americano, principal região produtora de milho e soja do país.

Neste cenário, o Rabobank alertou para a possibilidade de intervenções governamentais nos mercados fora dos Estados Unidos, com o objetivo de garantir o abastecimento e conter pressões inflacionárias. “Nossos modelos de safra indicam que há uma considerável queda da produção ante as projeções oficiais, o que reflete nossa perspectiva de que os preços ainda não atingiram os maiores níveis possíveis”, disse o banco.

A seca coincide com apertados estoques finais nos Estados Unidos e, em razão disso, um “racionamento significativo na demanda” pelo mundo será necessário nesta temporada. De acordo com o banco, durante o ano-safra 2012/13 os preços precisarão permanecer próximos aos atuais níveis recordes para amenizar a demanda por ração, biocombustíveis e exportações. No momento, as cotações pressionam fortemente o setor de proteína animal.

O Rabobank estima que a cotação média do milho será de US$ 8,0 por bushel no atual trimestre, justamente devido à seca no Cinturão do Milho dos Estados Unidos. Para a soja, a projeção do banco para este trimestre é de preço médio em torno de US$ 17,0 por bushel, também em razão do clima desfavorável no Meio-Oeste, acima dos US$ 14,26 previstos para o segundo trimestre.

Segundo o banco, a cotação média do trigo no atual trimestre será de US$ 8,90 por bushel. Além da influência dos outros grãos, o mercado também recebe sustentação do possível declínio da produção na Rússia e no Casaquistão.

O banco ponderou que apenas fortes chuvas em áreas de lavouras do Meio-Oeste norte-americano seriam capazes de conter os preços. Entretanto, meteorologistas não têm sinalizado essa possibilidade no curto prazo.

As informações são da Dow Jones.

Um comentário para Preço de grãos deve subir e governos podem intervir, diz Rabobank

  1. gilberto disse:

    porque o farelo de soja e mais caro doque o gram

Deixe uma resposta