Sou Agro > Tempo Real > Projeto de preservação no bioama amazônico gera créditos de carbono
15 de junho de 2012
Projeto de preservação no bioama amazônico gera créditos de carbono

Iniciativa da Bunge em parceria com a Florestal Santa Maria evitará a emissão total da ordem de 30 milhões de toneladas de CO²

Redação

Projeto de preservação florestal no bioma amazônico, desenvolvido pela Bunge em parceria com a Florestal Santa Maria, vai gerar créditos de carbono, segundo o mecanismo de redução de emissões por desmatamento e degradação (sigla REDD, do inglês).

Localizada em propriedade privada no município de Colniza (Norte do Estado do Mato Grosso), a área preservada de floresta nativa tem 70 mil hectares. A princípio, o projeto, que tem início no segundo semestre, terá duração de 30 anos e evitará uma emissão total da ordem de 30 milhões de toneladas de CO², ou cerca de um milhão de toneladas de CO² por ano.

Deixe uma resposta