Sou Agro > Tempo Real > Santa Helena investe R$ 30 milhões para duplicar produção
16 de abril de 2012
Santa Helena investe R$ 30 milhões para duplicar produção

Empresa é a maior fabricante de alimentos à base de amendoim da América do Sul

Agência Estado

A Santa Helena, maior empresa de alimentos à base de amendoim da América do Sul, investiu R$ 30 milhões para duplicar sua unidade produtora em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, para 8 mil toneladas por mês. A nova unidade tem 11 mil metros quadrados de área e será inaugurada nesta terça-feira, no aniversário de 70 anos da companhia.

De acordo com o presidente da empresa, Renato Fechino, a planta será utilizada exclusivamente para a linha de produção de salgados, como, por exemplo, o amendoim japonês Mendorato. A estratégia, segundo ele, visa ao aumento de consumo previsto de “snacks” salgados e aperitivos com a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016, ambas no Brasil.

Além dos investimentos na unidade, a companhia iniciou, em 2012, um processo para transformar a gestão da empresa, que é familiar, em uma governança corporativa. Segundo Fechino, o interesse de investidores estrangeiros, principalmente de fundos, na companhia é grande, mas a Santa Helena não procura sócios. “Recebemos e-mails quase diariamente mostrando interesse, mas nossa meta é a consolidação nesse modelo atual”, disse.

Produção
Em 2012, a Santa Helena deve atingir uma produção de 5 mil toneladas por mês e prevê um faturamento próximo de R$ 290 milhões, alta de 20% ante os R$ 241 milhões de receita de 2011. Com 1.200 empregados, a companhia contratou 100 funcionários na unidade e deve atingir 200 novos postos gerados até o final do ano.

Do total faturado, 50% são de produtos salgados e a outra metade de doces, principalmente paçoca. Com a chegada das festas juninas, época que representa quase um terço do faturamento anual da companhia, as vendas devem crescer 20%, de acordo com a Santa Helena.

Segundo o presidente da empresa, cerca de 30% da produção tem como destino os estados do Nordeste, o que, em tese, viabilizaria o investimento na construção de uma unidade na região para atender os consumidores locais. “O grande problema lá é o insumo, já que a produção está basicamente concentrada aqui”, disse.

A região de Ribeirão Preto é a maior produtora de amendoim no País, onde o grão é cultivado entre outubro e março nas áreas de renovação de canaviais. Além da fábrica na cidade, a Santa Helena possui unidade de captação, armazenamento e beneficiamento para 30 mil toneladas de amendoim em Dumont, também no interior de São Paulo.

Toda produção da empresa é de um grupo de 30 agricultores integrados. Para ter a fidelidade dos produtores, além da garantia da compra, a Santa Helena fornece financiamento, as sementes e insumos.

Deixe uma resposta